SEO

Como aumentar as conversões no seu site – Parte 1

Praticamente todos os sites, não importa se você oferece produtos, serviços ou conteúdo, o objetivo é sempre converter. Cada segmento pode ter um tipo de conversão que seria a definição dos objetivos do seu negócios. As suas conversões podem ser de diversos modos, algumas delas são:

  • VendasAumentar conversões
  • Preencher formulário
  • Tempo de permanência no site
  • Número de páginas visitadas
  • Fazer reservas
  • Visualizar um vídeo
  • etc.

Não importa como é o modo que o seu negócio acredita que o cliente foi convertido, é preciso sempre usar estratégias que o levem a fazer a ação desejada do modo mais amigável possível. Não adianta querer forçar o seu usuário a enviar o e-mail dele, por exemplo, assim que entra no seu site, antes de ver o que você possui para oferecer. Essa técnica de solicitar e-mail assim que o usuário entra no site vem crescendo muito no mercado, mas é melhor deixar que o seu usuário se sinta confortável com a navegação. Ofereça primeiro o que tem para ele e depois tente criar um relacionamento com o seu cliente, ele precisa confiar em você para dar permissão de ter seu e-mail em seus dados. Mas o nosso objetivo hoje não é falar sobre coisas que talvez não sejam o mais aconselhável para conversão e sim vamos encontrar modos de fazer com que o seu negócio cresça com pequenas modificações em suas páginas que podem gerar um ótimo retorno.

Bons Calls to Action

Call to action significa “chamada à uma ação” e são os botões, geralmente, de um site que concluem alguma ação do usuário. Em e-commerces os mais comuns são “compre” ou “comprar”, em formulários de contato “enviar”. Mas, existem modos em que podemos analisar qual ação e o que estamos oferecendo ao nosso usuário para que dê mais vontade nele de clicar no botão ou concluir o que você deseja. Por exemplo, em uma página que ele precisa apenas inserir um e-mail para entrar em sua lista de e-mail, por que não colocar “Se informe agora!”?

Calls to actionDigamos que você tenha um programa a venda que a pessoa possa testar por 30 dias. No botão que ela irá clicar para começar a utilizar o seu programa, você pode optar por trocar o “Adquira agora!” por “Teste por 30 dias!”, as chances de alguém se sentir mais tentado aumentam muito, porque ele sabe que poderá ver se sua ferramenta atende as necessidades dele na prática.

Os Calls to Action precisam prestar atenção em alguns outros elementos além do que ele diz, como o formato e até mesmo as cores que utiliza, para cada coisa podemos utilizar uma cor, mas o que mais costumamos ver é o botão vermelho, pois essa cor passa a sensação de urgência para o usuário. Ainda vamos falar sobre a importância das cores que são escolhidas no seu site aqui no blog da Agência St.

Nunca se esqueça também de dar destaque e deixar visível o seu call to action, não adianta desejar uma ação do usuário e não deixar claro na página o que ele precisa fazer. Muitas vezes o usuário precisa rolar a página, ir para outras e fazer um caminho tão grande dentro do seu site que pode acabar desistindo de contratar os seus serviços ou comprar seus produtos.

Já explicamos aqui no blog o que são Landing Pages e qual o funcionamento delas, esse conteúdo pode ajudar e complementar as ideias que você pode ter para a sua página. Leia aqui a matéria!

Menu organizado

O seu usuário precisa encontrar facilmente as informações que precisa dentro de todo o conteúdo disponível, se ele não consegue encontrar, irá procurar na concorrência. Elabore uma estrutura lógica de seu conteúdo e o segmente, com menus e sub-menus que tenham uma ordem, para que não tenha erros, teste depois de pronto a usabilidade da sua ordem podendo ser de dois modos:

  1. Solicite ao usuário para encontrar uma certa informação em seu menu;
  2. Peça para que ele organize os assuntos como principais e os que virão abaixo, desse modo você pode perceber se inseriu algum item em alguma seção que imaginava o mais adequado, mas que não surte o mesmo efeito no usuário.

Linkagem Interna

A Linkagem Interna nada mais é do que interligar os seus conteúdos, mostrando assuntos/produtos semelhantes. Com isso, você pode fazer com que o usuário entenda mais as possibilidades de serviços e produtos disponíveis, além de manter ele mais tempo  e dando mais credibilidade para seu site.

Quando você tem um e-commerce pode utilizar alguns desses exemplos em sua página:

  • Quem viu/comprou esse produto também viu/comprou
  • Produtos relacionados
  • Compre junto (nessa opção é bom escolher produtos que as pessoas compram geralmente junto analisando os seus dados de venda e com isso fazer promoções de vendas conjuntas)

Já quando o seu site é de serviço ou conteúdo, o importante é saber mostrar para as pessoas outras coisas importantes que você possui dentro de suas páginas. Em uma página de conteúdo pode interligar seções principais com links dentro de seu conteúdo, para as pessoas que procuram sobre um assunto específico ou também colocar textos relacionados ao final do seu texto. Já em páginas de serviços é importante interligar as páginas por complementos e sempre dando mais informação ao usuário.

Site Seguro

httpsUm site seguro são os que possuem navegação https://. Mas o que isso significa? o HTTPS é um protocolo de navegação que protege os dados dos usuários que navegam no seu site. Desse modo, você consegue manter segura as senhas, números de cartões de crédito e qualquer informação pessoal de quem precisa utilizar o seu site.

O HTTPS criptografa qualquer informação que o usuário inserir em seu site, assim ele se sente mais seguro para realizar as compras. A importância disso para as suas conversões é que as pessoas estão cada vez mais informadas sobre a segurança na web e se você não possuir esse protocolo em seu site, ele pode não finalizar as comprar ou até mesmo não se sentir seguro em passar apenas o e-mail, já que não estará protegido.

Velocidade da página

Quem não se lembra de como era o sacrifício de procurar qualquer informação na internet quando ainda tínhamos que navegar com internet discada? É, ainda bem que evoluímos e o tempo mudou, fazendo com que tudo seja rápido e quase instantâneo em nossa navegação.

Mas, ainda existem sites que não priorizam a sua velocidade de carregamento e deixam o usuário “perdendo tempo” enquanto espera carregar alguma informação. Assim como o usuário sai do seu site quando não encontra o que precisa para ir na concorrência, o mesmo pode acontecer se você não der uma atenção boa para a sua velocidade de carregamento.

Existem alguns modos de deixar o seu site mais rápido, alguns deles são:

  • Não carregar muitos plugins na plataforma fazendo com que o servidor precise carregar diversos deles para que o site funcione plenamente, além do risco de um deles quebrar e ser importante para o funcionamento da navegação no seu site;
  • Minimizar o seu código;
  • Otimizar imagens para que não sejam pesadas;
  • Utilize um plugin de cache, cache guarda as informações principais do seu site no computador do usuário, assim da próxima vez que ele entra o carregamento será muito mais rápido

Conclusão

Essa é a primeira parte sobre algumas das funções que você precisa dar atenção no seu site para que possa vender mais. Algumas podem parecer coisas simples, mas quando não damos a devida atenção para fazer com que elas funcionem, podem fazer com que você não cresça no mercado online que possui uma competição constante para que o usuário sempre se sinta o mais a vontade possível em sua navegação e compras.

Eduardo Storini
Desde 2009 atuando no mercado de marketing digital brasileiro. Trabalha ativamente no desenvolvimento de novas estratégias para aumento de vendas e captação de leads para os clientes da Agência St.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *