Conteúdo

Como produzir conteúdo?

Antes de começar a escrever e continuar a ler este artigo é preciso pensar em algumas coisas:

1. Qual o objetivo do texto?
2. Quem vai ler?
3. Onde será veiculado?

A resposta de cada uma das perguntas será determinante para a continuação do texto. Se o intuito é um texto sobre uma nova atualização de software e o leitor for um programador, ou se o texto será divulgado em uma revista on-line com perfil mais analítico, você poderá usar todos os termos técnicos, sem maiores explicações.

Mas se for o mesmo tema publicado em um blog  mais informal para pessoas que querem tirar dúvidas e resolver curiosidades sobre o assunto, você terá que escrever da maneira mais didática possível. Veja como o artigo sobre computação em nuvem foi escrito. Em casos assim, exemplos serão necessários.

Solucionou as três perguntas? Ótimo. Agora o trabalho começa.

É importante pesquisar bastante e oferecer o conteúdo mais atualizado possível. Não dá, por exemplo, para listar as características do atual mercado online com dados de pesquisas feitas há três anos. Procure as informações mais recentes e em fontes confiáveis (e lembre-se de sempre citar a origem do estudo).

Para resolver estas incógnitas, acompanhe além de pesquisas, nos blogs e sites nacionais e estrangeiros o que é falado (e como é falado) sobre o seu nicho de mercado. A ideia é antecipar os fatos e melhorar a sua experiência. Quando lemos mais, escrevemos com mais facilidade, o vocabulário aumenta e o texto fica mais interessante. E quanto mais histórias você conhece, mais boas histórias poderá contar. Apresentar bons cases como exemplos é muito valioso. Afinal,  ambientar o leitor a outros casos e mostrar o desenvolvimento do caso faz com que ele veja com clareza como as ações são aplicadas.

Não se esqueça também que conhecer a plataforma que utiliza, saber todas as suas funcionalidades e ter um site bem construído faz muita diferença.

Uma parte da ação está certa. Você está pronto para escrever. Ou quase. O que o leitor quer com o seu texto?

Se a intenção é produzir conteúdo para satisfazer o leitor é importante destacar mais três pontos:

1. Necessidade e desejo: o que o leitor quer encontrar?
2. Experiência: como ele vai agir quando encontrar o que busca?
3. Avaliação: a procura respondeu as necessidades dele?

Para essas questões, você deve ir para o outro lado. Imaginar-se como o leitor. Faça pesquisas em fóruns e sites como o Yahoo, por exemplo. É interessante e até divertido ver as dúvidas e o que os outros usuários respondem. Imaginar-se como o usuário que procura uma solução na internet é valioso para a produção do bom marketing de conteúdo.

Você deve enxergar qual a dúvida do leitor e como ele quer solucioná-la. Pensar se a resposta será melhor apresentada com um texto, um vídeo, um PDF, uma série de pequenas publicações, um e-book…

Por fim, acompanhe a avaliação que o usuário faz do seu conteúdo, se o texto respondeu ao que ele buscava, ótimo. Ele, provavelmente, vai voltar ao seu site em busca de mais soluções e recomendá-lo a outros leitores. O feedback gerado em comentários no blog e em redes sociais é a melhor forma de saber como o cliente vê a sua marca.

Eduardo Storini
Desde 2009 atuando no mercado de marketing digital brasileiro. Trabalha ativamente no desenvolvimento de novas estratégias para aumento de vendas e captação de leads para os clientes da Agência St.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *